Latest news

Rede municipal de Braga apoia jovens empreendedores

JUVENTUDE – BRAGA
Rede municipal ‘segura’ jovens Empreendedores +E+I.


Uma dezena e meia de entidades juntaram-se para criar, em Braga, uma rede municipal para apoiar o empreendedorismo e a inovação dos jovens do concelho. A estrutura foi formalizada, no passado dia 29 de julho de 2013. O município vai alocar à Rede Municipal +e+i uma verba de 100 mil euros para alavancar projetos de empreendedorismo e inovação.


A ideia da Rede Municipal +e+i nasceu no seio da Câmara Municipal de Braga, mas a falta de enquadramento formal nas estruturas do município remeteu a sua dinamização e financiamento operacional para a Fundação Bracara Augusta.


Além da Fundação e do município, integram esta rede entidades como a Associação Comercial de Braga; a Associação Industrial do Minho; o BICMINHO; o IAPMEI; o Parque de Exposições de Braga; a ‘Ideia Atlântico’; a Universidade do Minho, entre outros parceiros num total de dezena e meia.


Ao todo, 15 parceiros de vários sectores – empresariais, educação e institucionais – unem esforços para promover e dinamizar programas de apoio ao empreendedorismo e à inovação. O vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Vítor Sousa, fala de uma iniciativa “deveras importante” não só para o concelho, mas para toda a região que “é pujante’ de juventude. Vítor Sousa garantiu que a Fundação Bracara Augusta e o município “não querem assumir um papel dirigista”, mas antes “promover a colaboração articulada entre todos os parceiros”. “Temos que olhar para este concelho e estabelecer laços de cooperação efetiva”, afirmou o vice-presidente da câmara que sublinhou que o primeiro passo está dado com a união das várias entidades que devem agora tentar dar respostas eficazes conforma as suas valências.


Também o presidente da Fundação Bracara Augusta, Hugo Pires, acredita que “daqui a um ano, esta rede municipal estará a celebrar os frutos de novos negócios e novos projetos de jovens de Braga que vão dar cartas além fronteiras”. A rede +e+i tem a sua génese na Capital Europeia da Juventude e integra-se na rede europeia My generation network que congrega 12 cidades no combate ao desemprego jovem. Hugo Pires assume que é difícil combater 42 por cento de desemprego juvenil, mas acredita neste combate “se todos derem um bocadinho”.  O presidente da Fundação Bracara Augusta sublinha que o objetivo é “abrir horizontes e portas a jovens para que tenham oportunidades na sua terra”

BICMINHORede municipal de Braga apoia jovens empreendedores

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *